04 dezembro 2006

simples assim

muito do comodismo se incomodou
muito do incômodo se silenciou
muito do silêncio se repetiu
muito da repetição se afogou
muito do afogamento se aprofundou
muito da profundidade se perdeu
muito da perda deixou saudades

3 comentários:

Renato Luiz disse...

O amor é simples...
Deus te abençoe!
Forte abraço...

http://fabiogn.blogspot.com/ disse...

=]

Albert disse...

oi!