29 fevereiro 2008

olhe pra mim e lembre de mim

Não tenho olhos azuis
Castanhos
Não tenho pele parda
Clara
Não tenho medo de agir
Graça
Não tenho medo de ser franca
Dura
Não sou tão natural quanto pareço
Me escondo
Não tenho muitas feições
Assim
Não posso te mostrar tudo
Agora
Não posso te ver de manha
De tarde.

Olhe com amor
Olhe com carinho
Olhe sem demora
De noite eu vou-me embora.

2 comentários:

Alberto Vieira disse...

oi Liz!

A foto ta mto legal!

Caracteriza mto vc! Um destaque colorido, um destaque as vezes imperceptível mas verdadeiro.


Mto bom o texto tbm!


abração

pedpau disse...

hehehe... esquecer de você é difícil